Google+

O Google apresentou hoje o projeto de sua nova rede social, o Google+, com a promessa de quebrar paradigmas sobre como as pessoas se relacionam nas redes sociais.

O anúncio começa com uma declaração que desafia o conceito de conexões do Facebook ao mesmo tempo em que apresenta uma de suas novas funções, “Círculos”: “Nem todos os relacionamentos são criados igualmente. Compartilhamos uma coisa com um colega de trabalho, outra com nossos pais e quase nada com nosso chefe. O problema é que os serviços on-line de hoje transformam amizades em fast food: embrulhando todo mundo com a embalagem ‘amigos’. Assim, o compartilhamento torna-se prejudicado”… “Da família aos colegas da escola, descobrimos que as pessoas já usam os círculos da vida real para se expressarem e para compartilhar de forma precisa com as pessoas certas. Assim, fizemos o mais lógico: trouxemos os Círculos para o software. Simplesmente crie um círculo, adicione pessoas e compartilhe novidades, assim como um dia qualquer.”

Outra ferramenta apresentada no Google+ é chamada “Sparks”, um feed de conteúdo selecionado pelo usuário de acordo com seus interesses e que pode ser compartilhado para seus círculos de amigos.

“Hangouts”, outra ferramenta do Google+, pretende aumentar a interação dentro do círculo usando os recursos de comunicação online. A ferramenta é acionada apenas quando você deseja interagir com as outras pessoas do seu círculo.

“Celular” é a ferramenta que promete transformar seu aparelho móvel em uma experiência pessoal na Internet, permitindo enviar fotos para a rede com facilidade assim que são capturadas ou incluir dados GPS em mensagens de texto, por exemplo.

Por fim, para aqueles que precisam receber informações constantes e atualizadas todo o tempo (como, por exemplo, o “atraso calculado” da noiva em um casamento), “Chat em Grupo” (Huddle) promete conectar todas as pessoas de um círculo em um chat para que saibam ao mesmo tempo o que está acontecendo.

O aplicativo Google+ está disponível no Android Market e em breve na App Store, mas nesta fase de testes o usuário precisará receber um convite para testar a novidade.

Com o Google+, o Google espera reconquistar sua participação nas redes sociais e equilibrar a concorrência do Facebook, que recentemente alcançou a marca de 750 milhões de usuários no mundo e desbancou o Orkut em praticamente todo o mundo.

A propósito, o Google afirma que não vai interromper o desenvolvimento do Orkut após o lançamento do Google+; ao contrário, a empresa promete implementar as ferramentas da nova rede no Orkut.

Para mais informações, visite o hotsite do Google+.

 

Comentários

Nenhuma resposta para “Google Plus: a nova rede social do Google entra em fase de testes”

Escreva um comentário

Comentários não são permitidos.