Não faz tanto tempo desde que comecei a trabalhar com criação de sites, blogs corporativos, mídias sociais e SEO, mas trabalho a tempo suficiente para perceber como algumas práticas são prejudiciais e depõem contra os profissionais da área…

Algumas pessoas não sabem realmente a diferença entre marketing digital e lixo virtual. Agem “em favor” de seus clientes e contra todos os demais mais ou menos do mesmo jeito que cabos eleitorais em dia de eleição: perseguindo, emporcalhando, tumultuando e invadindo a privacidade alheia para propagandear aos quatro ventos as benesses de seus patrões. Mas diferente do que fazem no mundo real, na internet a “sujeira eleitoral” vem na forma de spam nos comentários dos blogs e compra de links (que, aliás, quase sempre alimenta a cada vez mais vigorosa indústria de spam.

Quem tem um blog e se vê atacado por dúzias de tentativas diárias de infiltrar spam talvez não saiba o que fazer. A solução mais simples é a mais trabalhosa: moderar cada comentário. A solução ainda mais simples é proibir comentários, mas isto também prejudica a própria estratégia de linkbuilding. Por isso, fica aqui a sugestão: se você não quer ou não tem tempo de lidar com o lado sujo do SEO, proiba comentários por uns tempos e jamais fique sem proteger muito bem o acesso ao painel de administração do seu blog. Faça backups regulares para o caso de lidar com as consequências de algum black hat raivoso e, sempre que possível, denuncie a prática abusiva.

Comentários

Nenhuma resposta para “Pela ética no SEO”

Escreva um comentário

Comentários não são permitidos.